Portugal é o país menos educado da Europa e este ano reprovaram 15.000 alunos no 12º

Francisco Oliveira
Editor Inspiring Future
25 Julho 2020

Sabemos que este título pode parecer extremamente negativo, mas podemos desde já garantir-te que não o é! Na verdade, embora isto pareça mau, estamos muito melhor!

 

Ora bem, vamos começar pelo início.

Sim, Portugal é mesmo o país menos educado da Europa, segundo um estudo da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e da Ciência, DGEEC, até 2019 apenas 52% das pessoas entre os 25 e os 64 anos terminaram o secundário ou tiraram um curso superior.

Porque é que estamos tão abaixo da média (78% da população) e no último lugar da Europa, a este nível? A razão apresentada tem um nome: Ditadura. Claro que a resposta não é tão simples quanto isto, mas estamos a resumir!

A verdade é que todos os países que sofreram com uma ditadura de grande duração apresentam taxas mais baixas ao nível da qualificação da população. É fácil de perceber porquê. Quando existe uma ditadura, ninguém quer a malta pense criticamente e que questione o regime!

Estás provavelmente a pensar: “Onde é que está a parte boa deste notícia?”. A parte boa é que subimos 30% nos últimos 20 anos e estamos a acelerar o passo ainda mais!

 

Agora já deves estar a prever que aquele número dos 15.000 se calhar não é assim tão mau, tendo em conta este panorama… e tens toda a razão!

 

15.000 estudantes reprovarem no 12º ano representa 22,6% do total de alunos deste ano. Pode parecer-te um bocado alto, ainda assim, mas se pensares que em 2001 a taxa de reprovação do 12º ano era de 52,5%, podemos claramente dizer que a coisa está a evoluir bem!

Segundo a estatística, existe uma relação direta entre as dificuldades económicas e a conclusão do secundário – apenas 45% dos alunos com Escalão A levam a escolaridade obrigatória até ao fim.

 

Portanto, deixamos um desafio a todos aqueles que têm vontade de evoluir e melhorar todas estas estatísticas: ajudem-se uns aos outros!

 

 

 

FONTE: Observador