O bom do COVID-19 nas infraestruturas escolares!

Francisco Oliveira
Editor Inspiring Future
26 Junho 2020

A verdade é que nem tudo o que veio com o COVID, foi mau. Na realidade, há já uma lista de várias coisas boas que aconteceram a nível da nossa sociedade por causa da pandemia. Decidimos vir mostrar-te mais uma.

 

Para além desta crise ter obrigado todos nós a olhar para os nossos sistemas e formas de fazer as coisas até agora, obriga também ao avanço rápido em várias áreas e projetos que estavam parados ou a avançar lentamente ao longo dos últimos anos.

 

De que é que estamos a falar mesmo? Dos sistemas informáticos e de internet das escolas ou então da história antiga com um material chamado: amianto.

 

O Primeiro-Ministro anunciou em abril, que no próximo ano letivo, todas as escolas, sobretudo as secundárias, seriam reforçadas com novos equipamentos informáticos e melhores redes Wi-Fi.

Tudo para que consigam estar preparadas para o futuro e para que consigam fazer frente ao que os próximos tempos poderão exigir ao nível do Ensino.

 

Para além disso, foi agora avançado, através de uma notícia da Agência Lusa, que se vai retirar todo o amianto das 578 escolas primárias, básicas ou secundárias de todo o país. Um programa que vai custar cerca de 60 milhões de euros para ser levado a cabo.

 

Atualmente a zona do país com maior presença de amianto nas escolas, é a zona Norte, onde existem 218 escolas que ainda têm este material com efeitos nocivos para a Saúde e cuja utilização está proibida desde 2005.

 

 

FONTE: Público & Agência Lusa