Há mais vagas para o Ensino Superior para o ano letivo 2020-2021 e já estão a ser atualizadas no nosso site!

Inspiring Future
24 Julho 2020

A Direção-Geral do Ensino Superior anunciou que as vagas do Ensino Superior sobem 1% para a candidatura ao ano letivo 2020-2021, que se vai iniciar no dia 7 de agosto – se estás perdido e não sabes fazer a candidatura, junta-te a nós neste dia no LIVE que vamos fazer no Instagram e no Facebook.

 

Esta subida de 1% é relativa ao número total de vagas - 52.129 para ser mais preciso, das quais 721 são destinadas a concursos locais - o que significa:

  • +2% em regiões com baixa densidade populacional;
  • +2,8% em cursos com ligação ao mundo digital;
  • +1,3% de vagas nos Politécnicos;
  • +1% de vagas nas Universidades;
  • +16% de vagas para os cursos com mais procura (exceto Medicina) – podes ver em baixo os cursos em detalhe.

 

Analisando as instituições e o relatório da DGES mais profundamente, encontramos que apenas 3 instituições desceram o número de vagas face ao ano passado e 15 instituições mantiveram o mesmo número de vagas ou tiveram uma subida insignificante.

Todas as restantes têm mais vagas quando comparando com 2019.

 

Em alguns cursos com muita procura os números de vagas vão subir, podes estar a pensar que isso significa que, se a oferta aumentou, a “média do curso” vai descer, mas não é bem assim.

Porque é que não é bem assim? Porque na realidade a malta que se vai candidatar a estes cursos pode ter notas mais altas do que a malta do ano passado, o que implica que a “média” vá ficar igual ou então subir.

Resumindo, como sempre, é impossível prever se as notas vão subir ou descer, ainda assim, em baixo vais encontrar os cursos considerados mais procurados, com o número de novas vagas entre parêntesis:

  • Universidade Nova de Lisboa
    • Ciência Política e Relações Internacionais (+14);
    • Gestão (+36);
  • Universidade do Porto:
    • Arquitetura (+0);
    • Gestão (+26);
    • Engenharia Mecânica (+30);
    • Engenharia Informática e Computação (+25);
    • Bioengenharia (+10);
    • Engenharia e Gestão Industrial (+15);
    • Línguas e Relações Internacionais (+9);
  • Universidade de Lisboa:
    • Desenho (+5);
    • Design de Comunicação (+8);
    • Matemática Aplicada à Economia e à Gestão (+9);
    • Matemática Aplicada e Computação (+8);
    • Engenharia Aeroespacial (+18);
    • Engenharia Biomédica (+13);
    • Engenharia Física Tecnológica (+14).

 

Se quiseres descobrir as restantes vagas disponibilizadas segundo o relatório da DGES, pesquisa no nosso site, estamos a atualizar!