Classificações médias dos Exames Nacionais: Maior parte acima de 100, mas continuam baixas

Luís Alves Vicente
Editor Inspiring Future
12 Julho 2019

Como é que te correram os exames? Agora não vale a pena pensar muito se bem ou mal, não é? As notas da primeira fase já estão cá fora e agora há que verificar se te servem para perseguires os teus estudos no Ensino Superior ou se tens de fazer melhoria!

Este ano, destaca-se o facto de as médias das classificações dos vários exames relativos aos alunos internos serem todas iguais ou superiores a 100 pontos, à exceção do exame de Filosofia, cuja média foi de 98 pontos.

Nos exames do 12º ano, assim ficou a distribuição média

A média do exame de Português nos alunos internos aumentou 8 pontos, para 118.

A Matemática A a classificação média subiu 6 pontos, para 115.

Desenho A subiu 4 pontos, para 138.

A média de História A subiu 9 pontos, para 104.

Nos exames do 11º ano, assim ficou a distribuição média

Economia A subiu 7 pontos, para 120.

Na disciplina de Física e Química A a classificação média desceu 6 pontos, para 100.

Registou-se uma subida da classificação média na disciplina de História da Cultura e das Artes em 23 pontos, para 119.

Já a disciplina de Geometria Descritiva A viu a média subir em 23 pontos, para 135.

Matemática Aplicada às Ciências Sociais subiu 8 pontos, para 110.

Filosofia desceu 13 pontos, para 98.

A média de Biologia e Geologia desceu 2 pontos, para 107.

Já a disciplina de Geografia A desceu 13 pontos, para 113.

A taxa de reprovação dos alunos internos desce na maioria das disciplinas sujeitas a exame nacional, à exceção das disciplinas de Filosofia, Geografia A, Física e Química A e Latim A.

Entre as 22 disciplinas sujeitas a exame nacional, a que registou um maior número de provas realizadas foi a de Português, com 74 259 provas, logo seguida por Matemática A, com 45 664 provas, Biologia e Geologia, com 42 848 provas, e Física e Química A, com 41 385 provas.