Chumbos no secundário diminuem para o melhor resultado de sempre

Luís Alves Vicente
Editor Inspiring Future
9 Julho 2018

Nunca se chumbou tão pouco em Portugal como no ano letivo de 2016/17. Esta é a primeira conclusão a que se pode chegar através do relatório Estatísticas da Educação 2016/2017, divulgado pelo Ministério da Educação.

A percentagem das retenções no ensino secundário ficaram ligeiramente acima de um quarto da totalidade: 15,1% não passaram de ano em algum dos 3 anos. Contando só com o 12º ano, o número sobe para 26,2%, que constitui na mesma o melhor valor de sempre. Para teres uma noção, no início do milénio, em 2001, o valor superava os 50%

Fica aqui com uma tabela do Observador sobre a evolução das retenções ao longo do ano.

Só no 11º ano não se registou um evolução positiva; contudo isso não significa que o valor piorou face ao ano anterior - manteve-se inalterado, nos 7,1%.


DEIXA UM COMENTÁRIO