Tu decides o teu futuro: 4 formas de assumir o controlo

Editor Inspiring Future
9 maio 2019

Se dás por ti às vezes a pensar na razão de ser das coisas ou por que é que fazes todos os dias coisas que não queres, temos boas notícias: há estratégias que podem ajudar-te a alterar a rotina e a tornar-te o decisor do teu futuro. Claro que haverá sempre coisas que terás de fazer mesmo que não tenhas essa vontade. Acontece-nos a todos. Porém, a chave de um futuro controlado e risonho reside em conseguir fazer cada vez mais aquilo de que gostas e perceber o propósito das tuas rotinas, tanto como estudante como como trabalhador.

Vamos levar-te numa viagem e para chegares ao destino vais ter de adotar os seguintes comportamentos:

1. Senta-te no lugar do condutor

Muitas vezes deixamo-nos ser controlados pelas desculpas. É mais do que comum dizermos “não consigo fazer isto por causa daquilo” ou simplesmente “é impossível por isto e isto”, sem sequer tentar olhar para as coisas de outro ângulo. Esta mentalidade negativa vai ganhando espaço na tua vida e acabas por ceder, limitando-te a andares em piloto automático. Cabe a ti pôr-te no lugar de quem comanda, e de quem define a velocidade. O primeiro passo é admitires que estás na tua zona de conforto, o segundo é desejares gerar mudança – criar impacto com a tua vida.

2. Escolhe o caminho

Ao decidires fazer uma mudança na tua vida – desde o que comes ao pequeno-almoço até à licenciatura que queres tirar – vais passar por várias emoções, o que é perfeitamente normal. Esses sentimentos podem fazer com que te sintas a ser empurrado para a berma da estrada. Para evitar que tal aconteça, recalcula, traça um plano e volta à ação.

Há três perguntas que podem ajudar-te a definir o caminho:

                Será que os meus objetivos são realistas?

                Tenho um plano sólido e estou preparado para as lombas no caminho?

                Estão as minhas escolhas e o meu comportamento a adequar-se àquilo que quero?

Procura definir uma data-limite para conquistares os teus objetivos. Isto irá ajudar-te a manter-te focado, motivado e com sentido de responsabilidade.

3. Agarra no volante!

Atenção, malta, como já perceberam isto é figurativo! Não vão agora meter-se a conduzir o carro dos vossos pais sem terem carta de condução ou sem autorização! A não ser que seja para ir salvar um unicórnio que ficou preso na escola.

Este passo marca a altura em que assumes verdadeiramente o controlo. Não das coisas que não consegues mudar, como a mania de os unicórnios ficarem presos na escola, mas coisas simples ou mais complicadas do dia-a-dia que se calhar nunca pensaste em mudar.

Para ate ajudar a perceber se estás de facto a conseguir ter controlo da tua vida, recorrer a estes 5 pontos:

                Partilha os teus objetivos

                Verifica o teu progresso

                Usa informação ao teu dispor

                Procura alguém que te responsabilize, que te lembre das coisas

                Foca-te naquilo que realmente importa.

Quanto estás tu com o volante na mão, muitas mudanças vão começar a acontecer só pelo simples facto de seres TU quem está a comandar as coisas. No caminho, muito provavelmente, terás de dizer “não” aos demais. Se tens alguma dificuldade em dizer que não a amigos e conhecidos, vai treinando os músculos da língua, vais precisar deles!

4. Voa! Ou melhor, conduz! Vai aonde queres ir!

E aqui não tens necessariamente de sair de casa. Simplesmente faz aquilo que a que te propuseste! Dedica tempo e outros recursos ao teu projeto. Faz acontecer. Não vai ser fácil, mas a recompensa será que afinal és tu quem decide a tua vida.

Quando damos por nós presos na rotina do quotidiano, a única maneira de sair é forçar-nos a abandonar a zona de conforto, através dos passos acima descritos.

Vá, agora vai lá falar com aquele alguém especial que vês todos os dias mas nunca tiveste coragem de dizer olá.