Acesso ao Ensino Superior

Tudo o que precisas de saber sobre Pré-requisitos

André Couceiro
Expert em Acesso ao Ensino Superior
13 Março 2016

A cada dia que passa, estás cada vez mais perto da tua candidatura ao ensino superior. Mas, antes de te candidatares, há algumas questões fundamentais a ter em conta e que podem ser indispensáveis para que a tua candidatura seja bem-sucedida. Este artigo vai ajudar-te a desvendar os mistérios dos pré-requisitos.

Para te candidatares a alguns cursos, podes ter que validar aptidões de condição de natureza física, funcional ou vocacional através dos pré-requisitos. Cabe às instituições de ensino superior decidir que cursos te pedem pré-requisitos e de que natureza são. Os pré-requisitos podem, dependendo da sua natureza, ser de seleção, seleção e seriação ou apenas de seriação dos candidatos. Os resultados dos pré-requisitos de seleção e de seleção e seriação são expressos em “apto” ou “não apto”, enquanto os pré-requisitos de seriação se expressam numa classificação de 0 a 200 pontos, que é considerada para a nota de candidatura.

Como podes saber se o curso ao qual te queres candidatar implica a realização de pré-requisitos?

Depois de uma pesquisa de cursos no nosso portal, entre outras informações, a coluna de observações diz-te através das letras "PR" se o curso te obriga a realizar pré-requisitos. Ao passar o rato por cima destas letras, vais ter informação sobre o grupo e a natureza destes pré-requisitos. Poderás ver aqui quais os grupos e a que provas correspondem.

Os pré-requisitos podem dividir-se em dois tipos:

1) Pré-requisitos de pré-matrícula:

Provas de aptidão que serão realizadas antes da candidatura, em duas chamadas. Vais ter de te deslocar à instituição para a qual te pretendes candidatar e prestar estas provas. Para comprovares a aprovação neste tipo de pré-requisitos, vais ter a Ficha Pré-requisitos, que é emitida pelas instituições de ensino superior. Nesta ficha, terás um código de ativação que vai servir para, no momento da candidatura, comprovares a sua aprovação.

Tenho de repetir os mesmo pré-requisitos caso me queira candidatar a cursos em instituições diferentes?

Instituições de Ensino Superior diferentes podem pedir pré-requisitos do mesmo grupo. Caso isto aconteça, podes utilizar apenas um dos pré-requisitos feitos numa das instituições para te candidatares a vários cursos diferentes.

 

Inscrição para a 1.ª chamada

19 de fevereiro - 9 de março

Realização dos pré-requisitos – 1.ª chamada

2 de abril - 4 de maio*

Comunicação à CNAES da intenção de realização da 2.ª chamada do processo de avaliação dos pré-requisitos

A confirmar

Inscrição para a 2.ª chamada

A confirmar

Certificação dos pré-requisitos – 1.ª chamada

A confirmar

Realização dos pré-requisitos – 2.ª chamada

A confirmar

Certificação dos pré-requisitos - 2.ª chamada

A confirmar

Apresentação à CNAES de propostas para a realização de uma época especial de pré-requisitos

A confirmar


* De acordo com calendário concreto a fixar pelas instituições de ensino superior que exigem pré-requisitos

Se precisas destes pré-requisitos, a 1ª chamada é muito importante! Só podes ir à 2ª chamada, se justificares a razão de falta à 1ª chamada, e esta 2ª chamada só abre se as instituições de ensino superior acharem conveniente. A 2ª chamada não pode também ser utilizada para melhoria ou se foste considerado “não apto” na 1ª chamada.

2) Pré-requisitos de matrícula:

São comprovações documentais, como atestados médicos, que vais ter de prestar no ato da matrícula, apenas se ficares colocado na instituição. Este pré-requisito não implica a realização de provas de aptidão mas pode ser condição essencial para te poderes matricular na instituição.

Para teres acesso a todos os pormenores específicos, vê este documento.


DEIXA UM COMENTÁRIO