Portuguese Women in Tech – Manifesto

Liliana Castro
Fundadora Portuguese Women in Tech
28 Fevereiro 2018

Nem só de homens se fazem os unicórnios e nem só de homens se desenvolve e alimenta um ecossistema como a comunidade empreendedora nacional. Há muitas mulheres envolvidas, de engenheiras a marketers, de fundadoras a exploradoras insaciáveis. A realidade é que as mulheres são parte integrante de todos os casos de sucesso reconhecidos na comunidade tecnológica nacional e esta comunidade é prova disso.

A plataforma Portuguese Women in Tech pretende apresentar um retrato das mulheres portuguesas que fazem a diferença na indústria tecnológica, despertando a atenção dos mais curiosos para o que de bem se faz em Portugal, pelas mãos de mulheres empreendedoras.

A ideia surgiu pela compreensão da necessidade de mecanismos que mostrem que nós, as mulheres, estamos igualmente presentes e inegavelmente envolvidas nas conquistas que levam o nome de grandes startups e empresas, além-fronteiras.

Se durante muitos anos os engenheiros, os criativos, os programadores das empresas tecnológicas eram predominantemente do sexo masculino hoje já temos muitas – e excelentes – mulheres nestas empresas - desde as mais estabelecidas até às startups.

Ana Teresa Lehmann, Secretária de Estado da Indústria afirma: “O movimento Portuguese Woman in Tech é uma representação de um universo cada vez mais alargado e diverso. A tecnologia pode, sim, ser um lugar para mulheres. As empresas podem, sim, ser criadas, conduzidas, melhoradas por mulheres. O número de mulheres em cargos de liderança ou na fundação de startups tem vindo a aumentar nos últimos anos e atualmente quase um terço das startups são lideradas por mulheres.”

Do primeiro programa de pré-aceleração nacional que se internacionalizou e chegou a dezenas de outros países, a uma das grandes tecnológicas nacionais que conquistou o mercado do outro lado do Atlântico. De uma médica que se dedicou a desenvolver uma solução que melhorasse a qualidade de trabalho dos médicos, a uma advogada que deixou a sua experiência corporativa para se dedicar a garantir que as startups estão legalmente bem aconselhadas.

Esta plataforma é uma montra que apresenta os diferentes perfis, experiência, conhecimento, de mulheres que são todas elas diferentes, mas igualmente importantes.


DEIXA UM COMENTÁRIO