Life Hacks

O que faço às mãos durante uma apresentação?

Inês Teixeira
Redatora com Futuro
1 Fevereiro 2018

As apresentações orais são uma constante quer no secundário, quer na faculdade. Já te demos aqui algumas dicas de como perder o medo de falar em público, e uma delas prende-se exatamente na importância da linguagem corporal. Se és daquelas pessoas que não consegue dormir na noite anterior a uma apresentação oral, sua das mãos (e de todo o lado) enquanto fala, gagueja de nervos e preferia ficar um ano sem comer chocolate do que ter que se expor em frente dos colegas e professores, então estas dicas podem ajudar-te a conseguir uma melhor nota apenas prestando atenção a alguns pormenores.

A linguagem não-verbal é toda aquela que está implícita no teu discurso mas não é transmitida através de palavras, como as expressões faciais, os gestos, a postura…

Há estudos feitos que demonstram que quando vemos o discurso de alguém damos 7% de importância à linguagem verbal, 38% à entoação vocal e os restantes 55% à linguagem não-verbal. Podes então perceber que, se numa apresentação mostrares alguma confiança através do teu corpo, é meio caminho andado para atingires um bom resultado. Para isso, é importante que leias estes conselhos:

  • Não cruzes os braços ou as pernas enquanto falas, pode ser um sinal de que estás na defensiva e, em ultima análise, de desmazelo.
  • Nunca te vires de costas para a audiência. As pessoas precisam de ver a tua cara, as tuas expressões para se conectarem com o teu discurso.
  • Não estejas todo o tempo parado no mesmo sítio, podes (e deves) deambular ou pouco pela sala para prender a atenção dos espectadores (mas não demasiado para não obteres o efeito contrário).
  • Deixa o teu olhar passear pela sala sem te focares apenas num ponto ou numa pessoa. Ninguém quer sentir essa pressão, nem mesmo os professores. A ideia é olhares para toda a plateia de igual modo demonstrando que estás seguro do que estás a dizer.
  • Mantém uma postura correta. Não convém parecer que és um soldado em formatura mas também não adotes a confortável posição de ombros para a frente e pescoço caído.

As mãos? Nunca ponhas as mãos nos bolsos ou atrás das costas, a mãos são um ótimo amuleto na tua apresentação. Sem cair no exagero, o melhor é usá-las para gesticular de maneira a enfatizar as palavras o mais naturalmente possível.

Sorri! Nunca te esqueças de sorrir!


DEIXA UM COMENTÁRIO