Manter a Motivação no Fim do Ano: 3 Dicas Imprescindíveis

Beatriz Sofia Alves
Redatora com Futuro
5 Junho 2018

Fazer face à rotina já é só por si desafiante. Contudo, fazer-lhe face quando esta é, além de aborrecida, desesperante, torna-se ainda mais complicado. Na reta final do ano lectivo, todos os estudantes se vêm confrontados com questões que fervilharam dentro deles durante o resto do ano e parecem, neste momento, estar prestes a provocar uma explosão, para cima dos exames! Frustrações e ambições vêm-se separadas por uma linha muitíssimo ténue, que todos gostariam de vincar o máximo possível.

Neste período de sensibilidade especial, partilhamos contigo três dicas exclusivas para aumentar a motivação (e os resultados!) e te ajudar manter a cabeça erguida nesta fase tão crítica do ano - os exames nacionais!

1. Olha à tua volta

Mais frequentemente do que julgas, encontram-se ao teu redor pessoas em situações bastante semelhantes à tua. Ser capaz de as encontrar ou simplesmente reconhecer a sua existência é um passo enorme para concluir algo de extrema importância: não estás sozinho! Mesmo que não pareça, ter esta noção é capaz de nos ajudar a superar melhor os nossos obstáculos, uma vez que deixamos de olhar para nós próprios como vítimas, mas sim para um nós colectivo sujeito a circunstâncias semelhantes. Experimenta mudar a tua perspetiva acerca das coisas e pode ser que elas próprias mudem consequentemente.

2. Pequenos passos para uma grande conquista

Nada é mais estressante do que ter um objectivo a atingir e não saber como o fazer. Uma forma altamente eficaz de contornar esta impotência é escreveres numa folha as tuas maiores ambições. De seguida, pensa em medidas práticas que podes pôr em prática para as atingir. Pode levar um bocado, mas valerá a pena. Tenta simplificar as medidas o máximo possível; não só parecerão mais atingíveis, como efetivamente serão.

Por exemplo, se o teu objectivo principal é “subir a nota de filosofia”, talvez seja irrealista colocar como medida principal “subir sete valores no exame”. Em vez disso, algo como “estudar a matéria pelo menos 20 minutos por dia “ parece bem mais concretizável, e culminará em resultados melhores.

3. O jogo das recompensas

Se por cada coisa complicada que tiveres de fazer, souberes que uma boa irá acontecer, ficar motivado é inevitável. Assim, adotar uma estratégia de “problema-> recompensa” pode ser vital neste período. Por cada capítulo estudado, permite-te fazer algo como ir ao Instagram ou jogar qualquer coisa que adores. Por cada exame feito, presenteia-te com o teu chocolate favorito.

As possibilidades são infinitas. Não só será mais simples alcançares os teus objectivos, como também te sentirás mais reconhecido por os teres atingido. Tudo isso culminará numa realização pessoal altamente satisfatória, que te manterá motivado e feliz dia após dia.

Claro que manter o foco nos objectivos (especialmente quando mal os conhecemos) e ignorar as árduas etapas até lá chegar é difícil. Estas dicas pretendem ajudar-te a simplificar tudo ao máximo, mas não são milagrosas. Contudo, conjugadas com determinação e força de vontade, são a receita para o sucesso.

Boa sorte, estudantes!!


DEIXA UM COMENTÁRIO