Estou pendurado por uma disciplina. E agora?

27 Julho 2020

E quando as coisas não correm como estávamos à espera?

E quando pensamos que temos tudo controlado, estamos a um passo do ensnio superior e a única coisa que nos impede de ingressar é uma nota final que teima em ficar negativa? Claro que, nos planos de qualquer aluno, está o sucesso académico e a conclusão do secundário, de forma a ficar com o caminho livre para entrar no ensino superior. 

 

Tinhas tudo preparado rumar ao ensino superior, mas tudo o que podia correr mal, correu. Não é o fim do mundo, apesar de poder ser um pontapé nas expectativas (tuas e dos teus pais).

Vamos explicar-te como podes rentabilizar o tempo, pondo um pé no superior, enquanto ainda estás com o outro no secundário.

Como sabemos que às vezes há obstáculos no caminho, neste artigo vais encontrar algumas opções para tirares o máximo partido do teu ano letivo quando ficaste “preso por uma disiplina”.
 

Aluno Externo no ensino superior ou "Ano Zero"

Para além de outras formas de ingresso, muitas instituições, dão-te a hipótese de frequentar unidades curriculares como aluno externo, para que possas avançar no programa da licenciatura sem teres de te candidatar por um dos regimes de acesso.

Podes escolher as unidades curriculares da licenciatura à qual te pretendes candidatar no ano seguinte, assistir às aulas, ser avaliado e ganhar créditos ECTS que no futuro podem ser convertidos para a licenciatura.

 

Como me candidato a este regime?

A primeira coisa que deves fazer é escolher a licenciatura que mais gostas e que vês como uma real opção para ingressares depois de concluíres a disciplina que deixaste “pendurada” no secundário. É importante que escolhas um curso em que sintas que tens reais hipóteses de ingressar, para não comprometer o trabalho que vais ter durante este ano a concluir as unidades curriculares como aluno externo. 

Depois desta escolha ponderada, deves dirigir-te aos serviços académicos da instituição que escoheste. Lá que podes inscrever-te às unidades curriculares de forma isolada.

 

NOTA: Tem em conta que diferentes instituições podem dar nomes diferentes a esta modalidade, como aluno externo, aluno ouvinte, etc. A propina deverá variar consoante o número disciplinas a que te inscrevas. 

 

Cuidados e dicas

Não te esqueças que, apesar de te sentires um verdadeiro universitário, ainda tens trabalho a fazer no ensino secundário. Portanto, é importante que estabeleças um plano de prioridades à medida que o calendário vai avançando. Porque se não terminares o ensino secundário, não te vais entrar de todo em nenhuma licenciatura e o trabalho que tiveste ao longo do ano pode ir “por água abaixo”.

Assumindo que vais terminar o secundário, deves ter cuidado com duas questões:

  • Ensino Superior Público - Frequentares uma instituição pública sobre o regime de Aluno Externo ou "Ano Zero" não te permite entrar automaticamente na licenciatura, nem te dá vantagem nenhuma quando estás a candidatar-te! Dá-te vantagem quando entras, porque já tens algumas cadeiras feitas. Depois de teres o secundário concluído, podes ainda explorar outras formas de candidatura, como os CTeSP ou o Concurso Especial para Profissionais;
  • Ensino Superior Privado - Frequentares uma instituição privada sobre este regime, pode dar-te a vantagem de entrares diretamente para a licenciatura assim que tiveres terminado o secundário! Mas isto não acontece em todas as instituições e nem todas têm este "Ano Zero" ou Aluno Externo, portanto, terás de contactar com a instituição para perceberes como funciona!

Uma dica preciosa: inscreve-te ao máximo de unidades curriculares no primeiro semestre e a poucas ou mesmo nenhuma no segundo semestre. Desta forma, a partir de fevereiro, consegues estar focado na disciplina que deixaste para trás e canalizar o tempo para o estudo e preparação do exame nacional!

 

Há sempre uma solução para cada obstáculo que te vai aparecendo na caminhada do Acesso ao Ensino Superior, só é preciso procurar a solução certa!