As dicas que te podem dar pontos no exame de Matemática B

Entre as várias possibilidades de provas de acesso ao Ensino Superior disponíveis para os Estudantes de Ensino Secundário, encontramos a prova sobre a qual nos debruçamos neste artigo. O exame de Matemática B é preparado com base no perfil dos alunos à saída da escolaridade obrigatória e as aprendizagens essenciais para os 10º e 11º anos. Nem por isso podemos considerar uma prova simples e acessível sem grande Estudo. Neste artigo tentaremos apresentar algumas dicas para que consigas realizar o exame e ter êxito quando o fizeres!

Existem, na Universidade Lusófona do Porto, diferentes cursos na área das Engenharias, nos quais é possível ingressar com este exame. Engenharia do Ambiente é um deles. Vamos tê-lo como exemplo para explicar melhor. Para ingressar no curso de Engenharia do Ambiente é necessário um destes dois conjuntos de provas de ingresso: Matemática (16) e Biologia e Geologia (02) ou Matemática (16) e Física e Química (07). Para cursos que exigem a Prova de Ingresso de Matemática (16), é possível de ingressar com Matemática A ou Matemática B.

 

Dicas para antes do exame

 

Organiza-te! O tempo de estudo é muito importante e deves estar focad@, por isso tenta estabelecer um horário aceitável para te dedicares a 100% (mínimo 98%, não sejas malandr@), desliga o WI-FI e põe o telemóvel em silêncio! A concentração é essencial para não cometeres erros. O TikTok pode esperar!

 

Informa-te! Lê com atenção os documentos que encontras no site do Instituto de Avaliação Educativa, Informação-Prova Geral, Informação Complementar e a Adenda para que no dia do exame não te esqueças de levar o material necessário, consigas identificar as questões obrigatórias e as opcionais e não falhe nada.

 

Pratica! Faz exercícios de aplicação das fórmulas que aprendeste durante a disciplina para as conseguires usar corretamente. A prática leva à perfeição! Quantos mais exercícios fizeres, melhor preparado estarás.

 

Erra! Não tens de ter medo de errar! É natural cometermos erros! Mas atenção!!!! Não vale ver o resultado final antes de tentares sozinho resolver o exercício. O erro ajuda-nos a perceber o que falhou e aprender! O Spider-man também errou e agora é um super-herói.

 

Não sejas batoteiro! Não há “short cuts” em Matemática! Passa todo o teu raciocínio para o papel! Os exercícios devem estar bem construídos! Sendo a matemática uma ciência exata, o resultado final não cai do céu! O final é importante, mas o caminho até lá também te vale pontos! Imagina que estás a jogar um videojogo... só consegues chegar e derrotar o chefe final se cumprires todos os passos até lá!

 

Atenção às Sucessões! Não basta identificar o tipo de Progressão, faz o cálculo completo para melhor justificares a tua escolha!

 

Sempre adorei figuras geométricas! Tem atenção a este tópico! A Geometria é agora a tua melhor amiga! Poderás/ deverás ter que descobrir as áreas de figuras planas e de superfícies e volumes.

 

É MUITO provável! Estatística, funções e programação linear são temas (quase) certos para este exame! Recorre ao teu material de estudo, aos teus apontamentos, aos exercícios que fizeste na aula, ao/à teu/tua professor/a e à resolução de mais exercícios! Nunca é demais!

Eu cá me safo com os Gráficos! Deves saber fazer gráficos e analisá-los (encontrar raízes, extremos, pontos de interseção), utilizar as listas para fazer as regressões, utilizar a ferramenta resolver para equações não lineares e sistemas de equações.

 

10º Conhece-te! Percebe quais são os exercícios com que estás mais à vontade e aqueles com os quais te sentes menos à vontade! Organiza o teu tempo de forma a conseguires focar mais nos exercícios em que tens mais dificuldades.

 

11º Prepara-te! Treina para o exame, resolvendo algumas provas dos anos anteriores, cronometrando o tempo e corrigindo-as depois. Os enunciados e os critérios de correção encontram-se no IAVE.

 

 

Dicas para o exame

 

Respira fundo! Analisa bem o formulário do exame. Tens 150 minutos, aos quais acrescem 30 minutos de tolerância, por isso tem calma, vê bem os exercícios e organiza o teu tempo. Confere que exercícios são de resposta rápida e aqueles a que te terás de dedicar mais. Leva um relógio!

 

Como deves calcular...! É muito importante que saibas utilizar a máquina de calcular, pois há exercícios que só se conseguem resolver com a máquina.

 

Exercício a Exercício aumenta a nota ao papo! Caso não estejas a conseguir resolver um exercício, começa por escrever o que sabes sobre a matéria. E caso te falte um valor para continuar a resolução, considera um valor que seja plausível. Passa todo o teu raciocínio para o papel! Mesmo que o resultado esteja errado podes ganhar pontos se o raciocínio estiver bem feito! Se não souberes responder a algum exercício, volta a ele mais tarde.

 

Revisão! Se tiveres tempo, volta a fazer os cálculos numa folha à parte para melhor identificares os possíveis erros.

 


Artigo redigido por:

Cândida Manuel, Diretora do Curso de Engenharia do Ambiente da Universidade Lusófona do Porto