Ano Zero: O que é e para que serve?

Editor Inspiring Future
13 Setembro 2019

O Ano Zero é uma conceito que tem sempre muito interesse na altura da candidatura ao Ensino Superior. Tal facto prende-se por esta ser uma forma de estar em contacto com o Ensino Superior quando alguma coisa na candidatura falhou - média insuficiente - ou o candidato não tem certezas sobre o curso que quer seguir.

Passamos a explicar melhor: Num típico Ano Zero, ao abrigo de uma Instituição de Ensino Superior (IES), o estudante não ingressou no Ensino Superior - independentemente das razões - mas pode estudar, mediante o pagamento da propina e cumprimento de requisitos, naquela instituição. O valor do Ano Zero varia de IES para IES, pelo que o melhor é consultar o regulamento no site respectivo

Esse estudo será orientado, sobretudo, para a realização das Provas de Ingresso do curso que o futuro candidato pretende seguir. Em algumas IES, é possível até ter equivalências a determinadas cadeiras que eventualmente ficou feita nesse ano zero - normalmente até metade das Unidades Curriculares.

Os estudantes que frequentem o Ano Zero não podem beneficiar de bolsa de estudo do Ensino Superior, pelo simples facto de não estarem matriculados no Ensino Superior.

Requisitos e Razões

Alguns dos requisitos mais comuns para frequentar o Ano Zero são serem estudantes que tenham concluído o 12º ano ou habilitação legalmente equivalente, mas não tenham obtido aprovação nas provas de acesso ao ensino superior ou não as tenham realizado; ou que tenham frequentado os três anos de ensino secundário ou de habilitação equivalente, mas não o tenham concluído. Também se pode dar o caso de alguém cuja validade dos Exames Nacionais expirou e precisa de se preparar para outros.

As principais razões para os estudantes optarem por esta modalidade são a preparação para as provas de ingresso, no âmbito do regime geral de acesso ao ensino superior; a preparação para as provas do concurso especial dos estudantes internacionais ou a frequência, em regime de unidades curriculares avulsas, como alunos externos do 1º ciclo de estudos ou mestrado integrado.

Ano Zero no estrangeiro

Por vezes, ouvimos falar da expressão "Ano Zero" para definir um período quase sabático dos estudantes que terminaram o 12.º ano mas não se matricularam no Ensino Superior. A expressão mais correta para essa descoberta será, provavelmente, Gap Year.

Ainda assim, é possível fazer um Ano Zero em instituições estrangeiras, que funcionaram na mesma medida que as portuguesas funcionam para os estudantes internacionais. De resto, é muito comum o Ano Zero em Portugal ser uma modalidade escolhida por estudantes brasileiros e outros, quer para preparação para os Exames Nacionais quer por ambientação ao país e ciclo de estudos.