80.000 é o número de bolsas previstas pelo Governo para o próximo ano letivo

Editor Inspiring Future
25 setembro 2020

Este ano está a ser histórico em todos os sentidos: uma pandemia, número recorde de candidatos ao ensino superior e número recorde de bolseiros.

O limite de atribuição da bolsa de Ação Social da DGES foi alargado para 8.962€ per capita, o que por sua vez, implica uma atribuição prevista de mais 8.000 bolsas por comparação ao ano anterior. Mas não ficam por aqui as novidades!

Lembraste que o governo disse que o valor das propinas desceu para 697€ por ano? Apesar disso, o valor da bolsa mínima manteve-se nos 871€, ou seja, 125% do valor do ano anterior.

Há cereja no topo do bolo? Há! O apoio aos bolseiros deslocados, que não estão colocados numa residência universitária, também aumentou. Para as cidades onde os preços de arrendamento estão mais altos, o valor do complemento do alojamento é também majorado.

Alguns exemplos:

Em Lisboa/Cascais/Oeiras, um apoio base de 219€ sobe para 285€ para os alunos bolseiros.
No Porto/Matosinhos/Almada/Odivelas, o apoio pode ir até 263€.
Em Gaia/Portimão/Faro, pode ir até 241€.

Estás preocupado com os rendimentos do teu agregado familiar em 2020 serem diferentes dos de 2019 por causa do COVID? Não te preocupes, tudo isso está salvaguardado! Serão apenas considerados os rendimentos dos últimos 12 meses no momento da candidatura.

Para além disto, se a tua família tem escalão 1 no abono de família o processo de atribuição será automático.

Consulta o documento oficial do governo com todas as informações e mais algumas, para saber mais.