Universidade de Coimbra procura voluntários para investigação sobre doença rara

Inspiring Future
7 Maio 2015

 

A Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC), que está a investigar o funcionamento do cérebro em doentes afetados por neurofibromatose, uma doença genética rara que causa tumores externos, procura voluntários com aquela patologia para testes científicos.

Os testes, a cargo do Laboratório de Neurociências da Visão do IBILI (Instituto de Imagem Biomédica e Ciências da Vida) em colaboração com Instituto de Ciências Nucleares Aplicadas à Saúde (ICNAS), ambos da FMUC, são considerados fundamentais pelos promotores "para os cientistas encontrarem respostas para tantas perguntas", lê-se no documento oficial.

A investigação tem como objetivo "conhecer as causas e os mecanismos cerebrais que podem estar alterados" na neurofibromatose de tipo 1 (NF1), uma patologia genética, geralmente benigna - em que a formação de pequenos tumores externos devido ao crescimento anormal do tecido nervoso ocorre pela redução de uma proteína utilizada pelo corpo humano precisamente para evitar o surgimento de tumores - mas que pode provocar perdas de visão.

 

Fonte: Visão


DEIXA UM COMENTÁRIO

Tens alguma dúvida?
Vamos ajudar-te a esclarecê-la!