Renovar a bolsa de estudo vai ser mais fácil no próximo ano

Inspiring Future
5 Maio 2017
 
As mudanças no regime de manutenção de bolsas no ensino superior estão cada vez mais próximas de entrar em vigor. Já aqui falamos da proposta para a atribuição de bolsa ser durante todo o curso e não ano a ano. Agora sabem-se mais pormenores sobre essa mesma renovação de bolsas, que, segundo a secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Fernanda Rollo, será um procedimento mais simples. "O processo era muito complexo e a informação muito detalhada, contou à Agência Lusa.
 
Além de a informação ser descortinada à Direção Geral de Educação apenas uma vez - na primeira em que se candidata à bolsa - há outras alterações, nomeadamente em relação ao aproveitamento escolar. Os prazos entre as notas da escola e a atribuição de bolsa não coincidiam, sendo que muitos alunos acabam por não saber que nota é que teriam e se a mesma chegava para garantir ajuda económica. O número de créditos - atribuídos pela aprovação de um certo número de cadeiras - vai deixar de variar e fixar-se, garante o Diário de Notícias, em 36.
 
Este sistema de número fixo de créditos mínimos foi elogiado pelo presidente da Federação Académica de Lisboa, João Rodrigues, que frisou que desta forma "haverá mais bolseiros." Esta medida deverá ser já implementada no próximo ano letivo, sendo normal que a vigência do processo aconteça no último trimestre do ano.

DEIXA UM COMENTÁRIO

Tens alguma dúvida?
Vamos ajudar-te a esclarecê-la!