Rede de bicicletas vai ajudar universitários a deslocar-se por Lisboa já no próximo ano

 
O projeto U Bike deve sair do papel para se tornar realidade já no início do próximo ano letivo. Apoiado por fundos comunitários, o objetivo passa por criar uma rede de bicicletas que os universitários poderão usar em regime de aluguer de longa duração, com custo "não muito elevado."
 
Primeiro chega a Lisboa, e mais tarde no Porto e depois o resto do país. No total são 15 as Instituições de Ensino Superior. As universidades da capital aderentes ao projeto - e as pioneiras - são o Instituto Superior Técnico e a Universidade Nova de Lisboa, que terá bicicletas tanto no Campus de Campolide como na Avenida de Berna, morada da FCSH. Leiria, Beja, Évora, Viana do Castelo, Aveiro e Braga também estão presentes no projeto, assim como a UBI, o IPCA e a UTAD.
 
"Cada ciclista tem direito a um kit com capacete, cadeado e colete, a um plano de manutenção e a um seguro em caso de roubo ou furto e de responsabilidade civil e segurança", explica o jornal Público. Com o preço de utilização ainda por definir, os responsáveis do projeto “elevado o suficiente para comprometer o utilizador a percorrer os quilómetros mínimos, mas não muito elevado para poder ser acessível a todos”. A monotorização da distância será feita através da app Lisboa Horizontal.
 
Em Lisboa, que conta também com o ISCTE no projeto, estarão, numa primeira fase, 300 bicicletas - 120 elétricas e 180 normais. O objetivo passa por aumentar esse número 10 vezes quando se executar a iniciativa a âmbito nacional.


Outras notícias
Tens alguma dúvida?
Faz uma pergunta à Inspiring.