Plataforma de casas de luxo dá-te o "Melhor Emprego do Mundo"

Inspiring Future
29 Março 2017
A Thrid Home está à procura do candidato ideal para o melhor emprego do mundo. A caracterização é feita pela própria empresa mas nós já estivemos a estudar o caso e estamos em condições de concordar - Três meses a experimentar mansões e casas de luxo pelo planeta fora, com salário mensal superior a 9 mil euros mais despesas? Difícil de igualar.
 
 
Qual é o senão, então? O trabalho requer alguém com várias capacidades ao nível da comunicação. Como está escrito no anuncio que a página colocou no facebook, os requisitos são, além de saber falar bem inglês, claro, "ter capacidade para apreciar o luxo e saber partilhar experiências com o mundo através de publicações escritas e em vídeo, nas várias redes sociais."
O candidato pode começar a trabalhar a partir de qualquer parte do mundo, que a organização encarrega-se das deslocações. É preciso ter ainda em conta que ser selecionado e aceitar significa estar três meses seguidos a viajar (que chatice).
 
Como candidatar
Fazer um vídeo de 1 minuto em que tens de ser o mais criativo possível! "Descreve porque é que é a melhor pessoa para o cargo" é o monte lançado. Deves depois enviar até às 6:59 da manhã de quinta-feira, dia 31 de março - isto porque ganhas umas horas extra em relação à malta dos EUA, cujo prazo termina às 23:59, hora da zona central do continente.
 
Quanto à experiência, não é pedido algo concreto, como anos de uma atividade qualquer. O que é salientado é que aqueles que pretendem ter o Melhor Emprego do Mundo já tenham conhecimentos sobre partilhas nas redes sociais e a capacidade de serem virais, através de palavras, imagens e vídeos que promovam a Third Home. Em relação às questões legais, é obrigatório ter passaporte e/ou visa, carta de condução, cadastro criminal limpo e mais de 18 anos. Não se podem levar animais de estimação e é provavel que a viagem decorra nos idos do verão até ao final do outono.
 
Mas então o que faz a Third Home? Muito fácil. Chama-se Terceira Casa porque é mesmo essa a experiência que a organização quer oferecer - os clientes já têm uma casa onde vivem habitualmente e uma casa de férias. É sobre a última que recai a experiência. Coloca-se na plataforma as semanas em que não estão lá, para outras pessoas, com outras casas de férias também disponíveis na plataforma, poderem trocar. Para se poder aceder às funcionalidades do site é preciso ser membro, para isso há que ter uma segunda casa. A Third Home consegue depois gerar receitas através de "despesas de gestão" e contribuição inicial.

DEIXA UM COMENTÁRIO

Tens alguma dúvida?
Vamos ajudar-te a esclarecê-la!