Escolas secundárias públicas no topo do ranking do Ministério da Educação

As escolas públicas do ensino secundário subiram até ao topo do ranking (ainda em fase de testes) criado pelo Ministério da Educação. Ao contrário do que tinha vindo a acontecer, as classificações das escolas – públicas e privadas – e o respetivo ranking são agora estabelecidos pelo ministério, na busca de resultados “mais realistas e justos.”

O Secretário de Estado da Educação, João Costa, revelou que nas simulações feitas com o novo sistema, pôde-se verificar “escolas que habitualmente ficam colocadas em 300º lugar nos rankings a subirem ao top 5”. “No topo há uma mancha mais rica de públicas e privadas”, comentou ainda o membro do Governo.

Além das médias, também entram nas contas para definição de posição no ranking o histórico de retenções de alunos nos 10º e 11º anos. Este indicador, categorizado como “percursos diretos de sucesso” pelo Governo, já pode ser consultado no portal Infoescolas, que reúne vários dados sobre o ensino em Portugal.


Outras notícias
Tens alguma dúvida?
Faz uma pergunta à Inspiring.