Fundador do IVO

"Sou viciado em empreender"

Categoria: Amplifica-te

Olá! Eu sou o David Mota, tenho 28 anos e sou um fazedor! Fazer coisas acontecer é tão importante para mim como o combustível é para um carro.

 

 

Sou sócio-fundador do IVO e da SkyEye. Há 4 anos atrás aceitei o desafio de um grupo de investidores para lançar uma das primeiras empresas portuguesas especializadas na captação de imagens aéreas com drones. Recentemente lançei o IVO que é uma solução online que permite aos empreendedores medirem o grau de viabilidade esperada do seu projecto. Sou formado em Gestão (licenciatura no ISCTE e mestrado na Católica) e viciado em empreendeder. Antes de lançar a SkyEye, fui Assessor do Conselho de Administração do Grupo Amorim Turismo e Professor Assistente na Universidade Católica de Lisboa.

A transição da vida de estudante para o mercado de trabalho é muito desafiante. Em primeiro lugar porque o estilo de vida fica completamente diferente, sobretudo, porque deixamos de ter autonomia total sobre a gestão do nosso tempo e das nossas prioridades. Em segundo lugar, porque também deixamos de trabalhar apenas para nós mesmos, e é-nos exigido um conjunto de competências que não estamos tão habituados a utilizar, tais como trabalhar em grupo ou lidar com clientes. Em terceiro lugar, porque vamos cometer muito mais erros do que o normal, pelo que é necessário saber lidar positivamente com o erro e apreender com ele.

 

Como já referi, sou viciado em empreender e três anos depois de criar a minha primeira empresa, resolvi olhar para algumas estatísticas sobre o empreendedorismo em Portugal. Deixo aqui algumas:
  • 1 em cada 3 portugueses manifesta interesse em criar o seu próprio negócio
  • 83% diz não avançar para a criação de um negócio porque tem medo de falhar
  • Em 2015 foram criadas mais de 100 empresas por dia
  • Apenas 1 em cada 3 empresas sobrevive até ao final do 3º ano de actividade

 

Foi neste contexto que nasceu o meu actual projecto, o IVO (Investimento Validado Online). O IVO é uma solução online que através de uma metodologia de 3 passos permite ao empreendedor medir o grau de viabilidade esperada do seu projecto. O objectivo do IVO é ajudar os empreendedores a conseguirem compreender, explicar e utilizar os números do seu negócio de forma mais eficaz e confiante.

O mais desafiante de ser empreendedor é claramente aprender a lidar positivamente com os vários erros que vamos comentendo ao longo do caminho. Em segundo plano, a capacidade de dizer não a potenciais clientes e/ou parceiros quando ainda não estamos totalmente preparados para determinado desafio. E, numa fase seguinte, a capacidade de dizer “nãos positivos”, ou seja, dizer não apresentando um solução também benéfica para ambas as partes. Ao mesmo tempo, o foco no negócio e a motivação para continuar o caminho de empreender estão directamente dependentes da nossa capacidade de controlo emocional. Isto significa que é fundamental não entrar em euforias quando as coisas correm bem e não entrar em desespero perante as dificuldades.

 

É também importante partilhar os sucessos, mas talvez seja ainda mais importante partilhar os desafios e dificuldades, pois quando o fazemos estaremos mais perto de os resolver.

 

Se quiserem montar empresas, procurem perceber se têm o perfil adequado para empreender, depois validem e testem ao máximos as vossas ideias junto dos públicos-alvo dos vossos produtos e, por último, verifiquem com detalhe a viabilidade financeira do modelo de negócio que querem implementar (podem falar com o IVO em ivonline.pt). Se estas três condições tiverem reunidas é partir para o terreno com um plano de implementação ambicioso mas realista. Caso o vosso caminho não seja o empreendedorismo, procurem analisar em primeiro lugar quais as vossas competências mais fortes, depois elejam as áreas em que mais interesse/gosto têm em trabalhar e em seguida analisem se há espaço no mercado para esse tipo de competência.

Depois desta fase, façam uma lista de organizações a quem será possível vender o vosso trabalho e com as quais tenham uma identificação a nível dos valores chave. Deixo aqui uma imagem que creio pode ajudar a clarificar a metodologia proposta. Para conseguir chegar ao vosso propósito de vida é fundamental um nível de auto-conhecimento elevado. Pedir opiniões/feedback aos outros e vivenciar o maior número de experiências diferentes posssível pode ajudar muito a melhor o tal nível de auto-conhecimento.

Dito isto, muita força e coragem e como dizia Walt Disney: “The way to get started is to quit talking and begin doing.”


Também te pode interessar
Tens alguma dúvida?
Faz uma pergunta à Inspiring.