Queres trabalhar nas férias?

Categoria: Mãos à obra

Este ano gostavas de aproveitar as férias grandes para fazer qualquer coisa diferente? Para além de trabalhares para “o bronze” podes também aproveitar para ganhar algum dinheiro e ocupar o teu Verão ganhando novas experiências, deixamos-te então algumas sugestões:

 

Campos de férias

Se gostas de crianças, trabalhar como Monitor num campo de férias é uma boa opção para ti. O papel de um monitor é ajudar a orientar actividades lúdicas, desportivas e/ou culturais, pelo que é uma excelente opção para desenvolver as tuas “soft-skills”. Por exemplo, a Câmara Municipal de Lisboa realiza todos os anos o programa “Praia Campo”, destinado a crianças entre os 6 e os 12 anos de idade, que serão acompanhadas por uma equipa composta por cerca de 900 jovens (coordenadores e monitores).

 

Nadador Salvador

É um trabalho exigente, mas ao mesmo tempo muito gratificante. Para seres nadador salvador numa das praias portuguesas necessitas de te candidatar ao curso da Autoridade Marítima Nacional (AMN), que te dará a formação necessária - teórica e prática - sobre as várias técnicas de salvamento, e que te dará certificação oficial para trabalhar como Nadador Salvador profissionalmente. Os prazos de candiatura podem ser conhecidos em www.amn.pt.

 

Aventura-te lá fora

E porque não juntar o melhor de dois mundos, trabalhando e viajando? Podes sempre tentar a tua sorte no estrangeiro, procurando trabalho fora do país. São vários os locais onde podes procurar informação, como por exemplo o site www.summerjobs.com.

 

Baby sitting/Dog Sitting

Muitas das oportunidades podem estar mais perto do que julgas. Pensa no que podes fazer no teu bairro. Ser baby-sitter ou “Pet-sitter” pode ser uma boa ocupação. Faz cartazes apelativos e criativos, espalha-os pela tua área de residência e pelas tuas redes sociais e cria o teu próprio negócio!

 

Voluntariado

Se o teu objectivo for só ganhar experiência profissional, não hesites em fazer voluntariado. Seja social (instituições de solidariedade, juntas de freguesia, lares de idosos, etc) ou cultural (museus, eventos, festivais) explora ao máximo todas as opções. Provavelmente vais encontrar até instituições com as quais nunca tinhas convivido antes.


Também te pode interessar
Tens alguma dúvida?
Faz uma pergunta à Inspiring.