CEO da Science4You

E se o teu projeto de final de curso se tornasse numa empresa de sucesso?

Categoria: Amplifica-te

Miguel Pina Martins é empresário e fundou a Science4you, empresa que se dedica ao desenvolvimento e comercialização de brinquedos científicos. Hoje revelamos-te a história do seu percurso académico e profissional, uma excelente prova de que pequenas ideias podem transformar-se em projectos de sucesso.

A história do meu  percurso académico e profissional cruzam-se no último ano da minha Licenciatura em Finanças, no ISCTE, quando no projeto final de curso,em conjunto com o meu grupo, tive de criar um business plan para um projeto de alunos e professores da Faculdade de Ciências (FCUL). . O processo de selecção do projecto? Rifas num chapéu. A mim e aos meus colegas “calharam-nos” kits de física. Daqui em diante, a equipa teria de transformá-lo num negócio viável.

O projecto final terminou efectivamente com um bom resultado: 17 valores (17/20). Entre a dinamização do trabalho de final de curso e o início da Science4you propriamente dita, passou, sensivelmente, um ano. Apesar de inicialmente nem ter ficado muito motivado com a ideia dos kits de física, depois de uma experiência pouco motivadora na banca, olhei para o meu projecto final de licenciatura com outros olhos. Em Janeiro de 2008, com um investimento próprio de 1.125 euros e com 55 mil euros de capital de risco, fundei a Science4You num pequeno escritório com apenas dois brinquedos: "Física em gruas" e "Energia eólica e híbrida”.

 

 

Durante 9 meses, fazia sozinho todas as tarefas: o design, o branding, o desenvolvimento dos brinquedos, a gestão das contas, a venda e o envio das encomendas. Em outubro do mesmo ano, iniciam-se as vendas em território português. Uma das estratégias para o contínuo desenvolvimento da empresa foi a aposta no processo de internacionalização. Um ano mais tarde, em Outubro de 2009, iniciam-se igualmente as vendas com destino a Espanha; apesar da marca apenas ter adquirido maior expressão naquele país dois anos mais tarde.

A empresa procurou perpetuar a relação com a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, local onde ainda se encontram os escritórios principais da empresa. Atualmente, já sete anos e muito trabalho passados, a Science4you, já sem o estatuto de startup mas sim de empresa, oferece mais de 300 brinquedos e marca presença em mais de 18 mercados internacionais. Só em 2014, a Science4you registou vendas acima dos 6 milhões de euros em todos os países onde está presente com destaque para Portugal, Espanha e Reino Unido.

Para auxiliar no processo de internacionalização, criámos também outros escritórios nos mercados com maior expressão: espanhol (2011) e britânico (2013). Deste modo, a empresa detém escritórios e colaboradores em Madrid e Londres, respectivamente. Hoje em dia, são mais de de 140 trabalhadores em Lisboa, dez em Madrid e quatro em Londres e uma faturação de 11.3 milhões de euros em 2015.  Se presidente do conselho de administração da Science4you traz-me várias responsabilidades, desde a definição estratégicca de negócio da empresa, passando pelos planos de internacionalização, mas também captando sempre novos investidores e acompanhando sempre os diferentes departamentos das diferentes áreas.

Com base em todas estas experiências, o único conselho que vos posso deixar é mesmo que façam aquilo que gostam. O mais importante de tudo é precisamente gostarem do que fazem, acreditarem nas vossas ideias e acreditar que os vossos projectos podem marcar a diferença. Mas nunca se esqueçam que existem sempre muitos desafios, muitas contrariedades e, por isso mesmo, o o espírito de sacrifício é sempre fundamental.

 

Fotografia: Nuno Pinto Fernandes/Global Imagens


Tens alguma dúvida?
Faz uma pergunta à Inspiring.