Mãos à obra

Dicas para um estudo produtivo

André Couceiro
Expert em Acesso ao Ensino Superior
7 Fevereiro 2016

Bloqueia todas as notificações online - Os computadores e tablets são aliados de peso no estudo, mas também um sério motivo de distração. Isto devido aos constantes alertas de novas mensagens de email, de Facebook ou de outros meios. E sem mencionar os smartphones, com as suas SMS e o whatsapp. Aqui, há que ser drástico e desligar todas as notificações. Se não o consegues fazer, uma boa dica é estudar de madrugada, pois o fluxo de nova informação a circular nas redes sociais e nos canais de chat é menor.

Faz um calendário de estudo - Planear é fundamental, e ferramentas como o Google Calendar e o Sunrise ajudam a elaborar um calendário de estudo. O ideal é visualizar o plano num formato mensal, para ter uma melhor noção do tempo disponível. Para além de marcar os dias dos testes/exames e os dias em que não vai ser de todo possível estudar, recomendamos que dividas o dia de estudo em dois blocos, um de manhã e outro de tarde (ou noite). E não vale a pena planear mentalmente - só observando o calendário no papel ou no ecrã é que consegues criar um verdadeiro compromisso.

Criar mapas conceptuais online - É uma boa forma de sistematizar a aprendizagem e distinguir o trigo do joio. Porquê online? Porque vários estudos demonstram que uma das melhores formas de consolidar os conhecimentos é ter de os explicar a outra pessoa. Faz os seus resumos e partilha-os com os colegas.

Recorre a fóruns online - Acompanhar o que os outros estão a estudar é uma ótima forma de perceberes se te está a escapar alguma parte da matéria, e de desfazer algum equívoco. Os grupos de turma do Facebook podem ser uma boa opção.

Testa os teus conhecimentos - Simula um teste a partir de enunciados dos anos anteriores. De preferência, dentro do tempo habitual do teste. Quando for a sério, vais estar menos nervoso.

Representa o texto com gráficos - É mais fácil apreender uma cronologia ou gráfico do que uma gigantesca mancha de texto. Tenta transformar as partes mais importantes do manual em conjuntos de gráficos.

 
Espero que estas dicas te sejam úteis. E agora: mãos à obra!

DEIXA UM COMENTÁRIO

Tens alguma dúvida?
Vamos ajudar-te a esclarecê-la!