Mãos à obra

6 técnicas para conseguires que as pessoas te prestem atenção (parte 2)

Luís Alves Vicente
Editor Inspiring Future
27 Fevereiro 2017

Se és daquelas que falam, falam, falam mas não dizem nada (isto é um sketch dos Gato Fedorento, uma referência que faz sentido para quem conhece este grupo humorístico que marcou a década de 00 - podes ver aquio clipe.) então é normal as pessoas não quererem saber do que estás a desabafar. Porém, se por outro lado achas que tens uma mensagem importante para passar mas que há demasiadas distrações à tua volta, lê a primeira parte das técnicas que te vamos apresentar.

Apresenta conceitos importantes por escrito

Repara nesta informação dramática: Regra geral, os teus interlocutores lembram-se apenas de 25 por cento daquilo que dizes. [emoji de boca aberta com as mãos ao lado da cara] E agora??! Como é que se lida com esta informação? Depende; e como não conseguimos prever todas as situações, vamos abordar aqui a mais fundamental - se queres captar a atenção do público, numa apresentação oral, por exemplo, escreve ou apresenta sob a forma de escrita, os conceitos mais importantes para as pessoas se recordarem. Daí que apresentações Power Point bem feitas serem importantes.

 

Tem atenção à tua linguagem corporal

 
Há uma cena importante, que como licenciado em jornalismo tive de aprender e nunca mais esqueci: Tudo é comunicação. O facto de estares aqui a ler isto estás a comunicar, tal como nós também estamos. Pode parecer estranho por que ao passo que nós escrevemos - algo claramente comunicativo - vocês estão apenas a ler. Será? Não. Estão a mostrar que há um interesse, uma vontade ou alguma inclinação em perceber a mensagem. Isso é comunicar. 
Posto isto, tens de perceber se a tua postura está correta, se transmites interesse ou estás a espetar alta seca no pessoal. Cabe-te a ti porque também tens de saber despertar o interesse do público.
 

Vai directo ao assunto!

 
A não ser que estejas a tentar pedir um carro aos teus pais e precisas de conversas mansas para os convenceres, deves ir logo ao importante e deixar o acessório para depois. Isto não significa entrar a matar ou dar só informação dramática sem contexto. O que queremos aqui alertar é para não estares a fazer voltas à rotunda, até porque isso significa que já tens carro. 😉 

DEIXA UM COMENTÁRIO

Tens alguma dúvida?
Vamos ajudar-te a esclarecê-la!