Editor Inspiring Future

6 técnicas para conseguires que as pessoas te prestem atenção

Categoria: Mãos à obra

Se és daquelas que falam, falam, falam mas não dizem nada (isto é um sketch dos Gato Fedorento, uma referência que faz sentido para quem conhece este grupo humorístico que marcou a década de 00 - podes ver aqui o clipe.) então é normal as pessoas não quererem saber do que estás a desabafar. Porém, se por outro lado achas que tens uma mensagem importante para passar mas que há demasiadas distrações à tua volta, lê a primeira parte das técnicas que te vamos apresentar.
 

Pára de falar pelos cotovelos 

Pegamos já no exemplo acima descrito para te alertar para a possibilidade de falares, falares, e falares sem te aperceberes de que não estás a dizer nada. Quem está sempre a falar acaba por ter muito pouco para dizer. As pessoas que mais falam são aquelas cuja audiência é menor. Para saberes se estás a falar demasiado, repara nesta técnica muito fixe que lemos na internet e agora te explicamos: o teu discurso é como se fosse um semáforo. Os primeiros 20 segundos em que falas estás com sinal verde (o teu interlocutor ouve-te atentamente) os 20 segundos depois já são o amarelo (a malta ouve mas já a custo). Depois de 40 segundos atingiste o vermelho (já ninguém te quer aturar, acaba o discurso!!)
 

Aprende o que significa ouvir de verdade

Ouvir uma pessoa não é simplesmente estar à frente dela a pensar que querias mesmo era comer lasagna ao jantar em vez de peixe cozido com batatas. Ouvir realmente alguém é ter uma postura atenta, que passa por olhar nos olhos de quem fala, processar a informação e intervir quando apropriado. Quando quiseres interromper para dar algum feedback, não roubes a palavra. A outra pessoa provavelmente ainda não terminou e não vai prestar atenção àquilo que começaste a dizer.
 

Retira as distrações existentes

Já tocamos neste ponto ao de leve na introdução. Muitas vezes as pessoas não nos ouvem não porque não estão interessadas mas porque o seu interesse é relativizado por algo de maior relevância na sua escala de prioridades. Se precisas de ter uma conversa interessante com alguém que gosta de futebol não a tenhas durante um jogo da Liga dos Campeões. Uma vez, numa apresentação oral, eu cheguei a dizer aos meus colegas para se afastarem um pouco dos telemóveis durante o tempo em que falava porque já me tinha apercebido que quase todos estavam distraídos durante as apresentações.
 
Vai treinando estas técnicas, para a semana damos-te as restantes três.


Também te pode interessar
Tens alguma dúvida?
Faz uma pergunta à Inspiring.