Editor Inspiring Future

4 erros monetários que a maioria das pessoas comete quando começa um novo emprego

Categoria: Mãos à obra

É fácil ficarmos entusiasmados com o primeiro ordenado que recebemos e querermos e logo abrir garrafas no Main ou no Urban; mas é para evitar esses erros de que só nos apercebemos na madrugada seguinte que aqui estamos. Neste caso, apontamos os quatro erros mais comuns que a malta em relação aos primeiros vencimentos que recebe.
 
 
 - Fazer logo uma compra muito dispendiosa: é tudo à abrir e tudo à grande! Sempre sonhaste em ter uma play station ou calçar aqueles sapatos de 300 euros. Agora que tens dinheiro na mão ninguém te pára! Mas, olha, vai com calma. Depois onde é que está o dinheiro para sair à noite? E, não tão importante, mas, vá, para as despesas do dia-a-dia? Portanto, não vás a correr para o Colombo. Usa os transportes. E, depois, entra só na Bershka ou assim. Tenta amealhar uns trocos no início para rapidamente conseguires ter algum fundo de maneio.
 
- Fazer créditos: Sabes que tens um valor certo mensalmente, portanto assumes que podes pegar em prestações aquela Smart TV 1434 x 5345 polegadas. Vai devagar. Já nem dá nada de jeito na televisão nestes dias. O recurso ao crédito é um perigo muito especial, porque apesar de parecer que podemos fazer face às futuras prestações, geralmente tendemos a esquecer os gastos fixos que temos ou a não calcular bem o resultado final das finanças. O crédito é como um namorado(a) - uma prisão.
 
- Não poupar: os dois pontos acima mencionados vão ao encontro deste. Caso aconteça alguma coisa, podes recorrer a dinheiro que foste amealhando ao longo dos meses. Ou, então, se sentes que já tens folgo financeiro para fazer uma compra grande, graças à poupança, este é o momento.
 
- Não analisar o orçamento mensal: este é um passo, tal como os outros, que deve ser feito sistematicamente. Contudo, esta é mais uma situação de prevenção e consciência daquilo que consegues fazer com o teu dinheiro ao longo do mês. E muito queríamos nós, mas ele nem estica nem nasce nas árvores. Quer dizer, o do Monopoly deve vir das árvores. Mas, pronto, com esse só dá para irritar amigos e destruir amizades. O verdadeiro também tem esse efeito e muito mais. Também destrói famílias.
 


Também te pode interessar
Tens alguma dúvida?
Faz uma pergunta à Inspiring.