Decide-te

10 motivos para estudares línguas na NOVA

FCSH NOVA
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa
12 Abril 2017

Ainda não escolheste que curso seguir? Nós damos uma dica: aprender línguas is always a good idea. Falar fluentemente vários idiomas não só é uma enorme vantagem profissional  como é incrivelmente útil para a tua vida pessoal. É uma solução win-win.

1.    Diz-se que “só há duas coisas certas na vida: a morte e os impostos”, mas essa expressão está um bocado desatualizada. Há uma terceira inevitabilidade. Hoje em dia todas as empresas exigem conhecimentos de pelo menos uma língua estrangeira quando lançam ofertas de emprego. Utilizares a faculdade para tratar disso parece-nos uma boa opção.

2.    E isto também funciona a somar. Quantas mais línguas tu dominares, mais facilmente vais conseguir um bom emprego. Esse quadradinho no currículo vai sempre, sempre distinguir-te dos outros candidatos e colocar-te em vantagem.

3.   Tens um mapa de cortiça e pioneses (que palavra esquisita) em casa? Se estudares e souberes línguas… Bem, vais precisar de muitos se quiseres assinalar os países onde podes viver e trabalhar. Isto é, deixa cá ver… todo um mundo de possibilidades. Literalmente.

4.    Ter uma licenciatura na área das línguas é bem diferente de frequentar um curso intensivo. Porque vais estudar também a história e a cultura dos países em questão, o que te vai dar um conhecimento mais aprofundado e te vai preparar para dominares todos os registos discursivos. Vais saber exatamente o que dizer em todas as situações.

5.    Vais ser mais independente. Quando planeares viagens, podes escolher sempre roteiros menos óbvios e mais baratos, contactar diretamente com pessoas naturais desse país e ter uma experiência mais genuína. Ah, e é uma belíssima sensação ser a pessoa mais despachada do grupo.

6.    É provável que já tenhas dado conta de que meio mundo está do avesso. Se gostas de ser uma pessoa esclarecida, e evitar a forma filtrada, difusa e, muitas vezes, confusa (estamos a ser simpáticos) como as notícias sobre acontecimentos do outro lado do mundo chegam até aqui, vais poder arrepiar caminho – seguir mais canais e agências noticiosas, consultar as fontes originais, acompanhar outros fóruns e decidir, por ti, aquilo que vale a pena saber.  Tens acesso a mais e melhor informação.

7.    Queres ganhar uns trocos no verão? Mesmo antes de acabares o curso, podes aproveitar para fazer part-time como guia turístico, a trabalhar em hotéis ou restaurantes. E se souberes muitas línguas, isso só te vai ajudar. Quando vais ao estrangeiro não adoras quando surge alguém que te compreende?

8.   Random fact of the day: A origem morfológica da palavra ‘tradução’ é a mesma que a da palavra ‘traição’. Porque quem conta um conto… acrescenta sempre um ponto. Tu, se dominares todas as línguas, vais poder ir à origem da questão e evitar traduções de livros, séries, filmes. Perceber tudo, sem adaptações. Embora saibamos que já tinhas dado conta que bitch não significa cabra.

9.   Aprender línguas, literaturas e culturas vai-te tornar mais capaz de te colocares no lugar dos outros. Porque não há só um ponto de vista para a mesma questão. Caso contrário, arrotar alto não seria, na China, um sinal de gratidão. Ainda assim… não te aconselhamos a importar todos os hábitos dos teus futuros amigos internacionais.

10.   É verdade que ninguém precisa de uma licenciatura para fazer furor no Erasmus corner (se ainda não sabes o que é, vais perceber nas primeiras semanas de setembro). Mas já pensaste nas vantagens que tens ao saberes falar fluentemente várias línguas? Nas pessoas que podes conhecer? Ser buddy de estudantes estrangeiros, ter amigos espalhados pelo globo e ter contactos privilegiados para quando precisares de um cantinho para ficar na tua próxima viagem?

A FCSH/NOVA tem 14 licenciaturas na área das Línguas e Humanidades. Se quiseres conhecer a melhor esplanada com faculdade, inscreve-te no NOVA Day & Night, a 5 de maio. 


DEIXA UM COMENTÁRIO

Tens alguma dúvida?
Vamos ajudar-te a esclarecê-la!